sábado, 13 de dezembro de 2014

Pequenas mudanças em 2014

           No ano que termina lembro-me de ter feito algumas alterações em relação à rotina de anos anteriores.
             
           A primeira foi a troca de dentista. Receber tratamento de alguém desde os cinco anos de idade e mudar no quadragésimo quarto é estranho.
           Percebi que ela não fazia tanta questão de cuidar de meus dentes como eu fazia de manter a tradição.
           Então o tratamento anual foi feito por uma coleguinha que eu conhecia desde os tempos em que cursávamos o ensino fundamental. Pretendo voltar ao consultório em 2015.

           A cabeleireira, Jussara, tá mantida há mais de 15 anos.

           A segunda mudança foi no local de praticar esportes - o clube. Alguns dissabores com exigências descabidas e a atenção bem mediana dispensada por alguns funcionários fizeram com que eu fosse conhecer a ADPM. Assim, o Clube Esportivo da Penha, local que eu frequentava também desde muito pequenino, sai de minha rotina.

           Ambos os clubes tem vantagens e desvantagens. Mas o que mais me atraiu na ADPM, além de ser mais mais inclu$iva, foram as aulas de Yoga. Devo ter feito umas 16, até agora. Serviram, no mínimo, para eu perceber como andava travado e desenvolver alguns movimentos e posturas diferentes.

           O terceiro vínculo de anos que interrompi, no finalzinho de 2014, foi com a seguradora do carro. Vinha sempre renovando com a Sul América, mas todo ano estava mais salgadinha do que a Porto. Algo até injustificável, já que ano após ano essa segunda empresa tem sido melhor avaliada pelos consumidores.

           Abandonamos também nossas visitinhas eventuais ao Vereda do Bacalhau, lá em Santo André. A refeição era muito boa, o ambiente tranquilo, mas o atendimento estava deixando a desejar. Pagávamos relativamente caro pelos pratos e éramos servidos quase como se estivéssem nos fazendo um favor, a contra gosto...

           Mantivemos frequência, dentro do que comporta o orçamento, a alguns lugares legaizinhos: Planeta's, Nico Pasta & Basta, Ditian, Athenas...

           Conhecemos um café legalzinho, o Urbe - em uma travessinha da Augusta - perto do Athenas.



            






Um comentário:

Mila Lorena disse...

Conheci recentemente o Urbe. Gostei, mas confesso ser adepta ao Starbucks (doses de cafeína maiores e possibilidade de leite sem lactose)... Preciso rever conceitos. rs!

Não arrasto desde a infância tradições como você, mas, para 2015 pretendo deixar pra trás, também, coisas que já não cabem mais...

Gostei de saber que agora é adepto da Yoga.Eu já tentei e não consegui levar a diante.

No mais, manteremos o essencial, mudaremos o necessário.

Feliz 2015!