terça-feira, 24 de dezembro de 2013

LIÇÕES EXTRAÍDAS DA PROVA DISSERTATIVA DE UM CONCURSO

Hoje tive um resultado que não considerei muito positivo.

Minhas questões dissertativas, na prova do concurso para professor da rede estadual de São Paulo, foram avaliadas com notas pouco superiores a 6.

Consegui pontuação bastante razoável nos quesitos de linguagem, mas foi justamente na parte do conteúdo, das propostas e da sustentação que não consegui pontos; não sem razão.




Justo? Sim, por não ter estudado devidamente, faltou repertório.
"Interessante" foi saber que todos os outros professores que fizeram a prova e divulgaram os resultados tiveram notas maiores do que a minha.


 Segundo a expectativa da banca, o que significa essa nota 3, na questão 1?

 "Candidato cita intervenções coerentes com as práticas pedagógicas de forma não fundamentada e não diz como executá-las."

Logo, para ter a nota máxima, seria necessário fundamentar melhor as intervenções e dizer como executá-las.

E, na questão 2, o que significa a nota 3, segundo o critério da banca?

 "Candidato compara a postura dos grupos A e B, de forma superficial, citando apenas os procedimentos e ações presentes no próprio enunciado, apresentando ou não posicionamento ou descreve apenas um grupo de forma consistente."

Tiveram nota 6 aqueles enquadrados no seguinte parâmetro:

"Candidato compara a postura dos grupos A e B e posiciona-se em relação à conduta pedagógica com pertinência e consistência de argumentos, citando aspectos da concepção pedagógica, procedimentos didáticos, compromisso com a educação participativa e com a aprendizagem significativa dos alunos."

De todo modo, fica confirmado que não basta "escrever direitinho", é preciso especialmente ter o que dizer, ser razoável, propor e explicar como fazer.


Que a gente siga perseguindo as qualidades de "bem pensar", de "cada vez mais estudar" e do "bem comunicar".

Desejo sorte aos professores que, em sua maioria, tiraram nota maior que 8, o que representa também sorte para os alunos!

Nenhum comentário: