domingo, 21 de dezembro de 2008

Bancos e a LEI DO SAC

Por aqui temos salientado que "instituições financeiras" controladas pelo ESTADO têm tudo para ser melhores do que as PRIVADAS, tanto pela qualidade dos empregos gerados - especialmente no tocante à escolha dos funcionários - como pela qualidade do serviço prestado (preço é fator de qualidade).

A notícia abaixo transcrita corrobora com nosso entendimento. Foi retirada do "PORTALCALLCENTER", que testou os SAC's (SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR) de algumas PRIVADAS e também do BB.

" Instituições financeiras

Publicado em 30/08/2008 por Valdir Antonelli

Entramos em contato com as instituições: Itaú, Santander, Bradesco, Banco do Brasil e Citibank

"Lotar" a URA com opções contribuiu para que todas as instituições, com exceção do Banco do Brasil, extrapolassem o tempo limite para o atendimento pessoal, ainda assim, o tempo de espera não foi tão grande, o atendimento mais demorado foi o do Bradesco, com um minuto e 15 segundos. O excesso de opções também pode confundir o cliente, um instante de distração e corre-se o risco de "perder" o número que deve ser digitado e aí só resta esperar por uma nova rodada.

Mas o caso mais "complicado" foi o do Itaú. Três de nossas cinco tentativas de ligação cairam sem que tivessemos falado com um atendente.

Clique AQUI e veja!

Obs.: Recentemente "descobri" o tal "portal". No primeiro contato imaginei que, por se tratar de algo ligado às empresas que prestam o péssimo serviço, que a maioria da população repudia, tivesse uma posição contrária ao DECRETO 6523 (Lei do SAC). Percebo, no entanto, que o discurso veiculado no saite é favorável ao cumprimento das normas, até porque o "setor" passa a ser mais valorizado. Mas não basta "apoiar" no discurso. É necessário que os gestores das empresas que terceirizam o serviço passem a oferecer melhores condições de trabalho, especialmente de salário. (As condições atuais já foram expostas neste blog, no dia 15/12/08 , no estudo da professora Selma Venco).

Entendo que o funcionário de um SAC deva receber, pelo menos, o salário mínimo indicado pelo DIEESE (R$2014.73, ref. outubro/2008). Do contrário, não vislumbro que o povo possa ter serviço de qualidade, lidando com o pessoal do "primeiro emprego", sempre com "novos atendentes", substituídos antes mesmo de dominarem bem seu ofício; alguns por terem encontrado algo mais rentável e menos ruim para fazer na vida, outros simplesmente por não aguentarem a pressão.

Um comentário:

Anônimo disse...

Good dispatch and this enter helped me alot in my college assignement. Say thank you you seeking your information.