segunda-feira, 31 de março de 2008

Novas tarifas bancárias!

Acabo de checar os valores que serão praticados por alguns bancos, a partir de 1 de maio.

Uma notícia agradável é que há bastante discrepância entre as instituições, o que indica que cada banco deve ter montado seu conjunto de tarifas, sem "chá das cinco", eventualmente promovido pela FEBRABAN.

Salvo engano de minha parte, para aqueles que, como eu, usarem o banco de forma bem comedida (poucos saques, depósitos e extratos ao mês), o valor da conta será dado pela TARIFA DE RENOVAÇÃO DE CADASTRO, cobrada duas vezes ao ano. Isto porque todo cliente terá direito a uma certa quantidade de SERVIÇOS ESSENCIAIS* ao mês, que não poderão ser cobrados.

A surpresa agradável foi que a Nossa Caixa cobrará R$20,00 pela tal RENOVAÇÃO DE CADASTRO - ou seja, terei, no máximo, custo de R$40,00 ao ano, contra os R$13,50 ao mês - atuais!

As piores constatações foram de preços praticados pelos bancos privados:

Santander: R$48,00 a cada seis meses, ou seja, quase TRÊS vezes mais do que a NOSSA CAIXA. Significa que o cabra que quiser ter continha básica neste banco terá de morrer com, pelo menos, quase R$100,00 ao ano!

Mas tem brazuca privado que, como de (mau) costume (quase um vício!!!), tá com bastante vontade de avançar no bolso dos compatriotas:

Itaú: R$39,00 a cada seis meses, pela mesma tarifa
Bradesco: R$25,00!

Detalhe: para "cadastro de início de relacionamento", o Itaú cobra R$150,00 - Bradesco nada cobra!

Ah... o Itaú parcela tarifa!
Kodelôko!

Já o outro banco público (BB) cobra R$23,00 a cada seis meses e, como o Bradescão, não cobra tarifa inicial de cadastro.


Estes dados vieram justo no dia em que eu me perguntava qual a necessidade de termos bancos privados, se os estatais / públicos podem muito bem fazer o serviço, gerando empregos de melhor qualidade (por concurso), tarifas menores e, talvez, até melhor rentabilidade àqueles que querem poupar!

Alguém pode ajudar a responder?



Nova lista de "serviços essenciais gratuitos":

CONTA CORRENTE
- cartão de débito;
- dez folhas de cheque por mês, dependendo das condições do cliente;
- segunda via do cartão de débito (exceto em caso de perda, roubo e danificação);
- quatro saques por mês (em caixa ou no terminal eletrônico)
- duas transferências por mês entre contas da mesma instituição
- compensação de cheques
- consultas na internet
- dois extratos mensais

POUPANÇA
- cartão para movimentação;
- segunda via do cartão (exceto em caso de perda, roubo e danificação);
- dois saques por mês, em caixa ou no terminal eletrônico
- duas transferências por mês para contas de igual titularidade;
- consultas na internet;
- dois extratos mensais;


Nenhum comentário: